Gripe: mitos e verdades

Muitos são os mitos sobre as maneiras de se "pegar" a gripe. O que, de tudo o que dizem, é realmente verdadeiro?

 

Frequentemente, o inverno de muita gente é acompanhado de uma velha conhecida: a gripe. Com as baixas temperaturas e a falta de umidade do ar, ficamos ainda mais propensos a adquirir o vírus, principalmente pela maior convivência em ambientes fechados.

- Apanhar chuva dá gripe?

- Tomar sorvete no inverno dá gripe?

- E sair do banho quente e pegar friagem?

A resposta para todas estas perguntas é: não!

"A gripe é feita por infecção, por contato. Então você não pega gripe assim".

Outra confusão é diferença entre gripe e resfriado. Gripe e resfriado são duas doenças causadas por vírus, mas com sintomas diferentes.

Vejamos:

- O resfriado chega devagar. A gripe começa de um dia pro outro.

- No resfriado, o mal estar é leve. A gripe derruba, a febre é alta e o paciente tem dores fortes no corpo.

- O resfriado se pega o ano inteiro. A gripe, uma vez por ano, tendo-se maior incidência no inverno.

- O resfriado é uma infecção leve. A gripe pode ter complicações graves.

 

"A gripe é muito perigosa, ela mata por ano, no mundo, 750 mil a 1 milhão de pessoas. Às vezes não pela gripe, mas por complicações de doenças pré-existentes. Uma pessoa com diabete, um cardíaco, se tem gripe e complica, é hospitalizado e pode vir a morrer".

Quando alguém gripado espirra ou fala, solta o vírus no ar. E alguém pode se contaminar. O vírus entra pelo nariz e pela boca, infeccionando o sistema respiratório. Cerca de quatro dias depois, começam os sintomas.

"Oitenta por cento das pessoas que são hospitalizadas e vêm a morrer por gripe são pessoas com 60 anos ou mais, por isso a indicação formal dessas pessoas serem vacinadas".

No Brasil, a vacina contra gripe é oferecida a idosos e pacientes com doenças crônicas graves. A eficácia é de até 80% e é preciso tomar uma dose por ano.

O vírus da gripe sofre várias mutações de um ano pro outro. É por isso que a vacina que tomamos hoje não vai nos proteger totalmente da gripe do próximo ano.

Além disso, a vacina só faz nosso corpo produzir anticorpos - a defesa contra o vírus da gripe - durante um ano.

"Isso é importante porque muitas pessoas pensam, pra que vacinar todos os anos? Um dos motivos é que a própria imunidade induzida pela vacinação tem esse tempo de um ano", explica a gerente médica de um laboratório fabricante da vacina, Jéssica Presa.

Fomos atrás de outro mito: será que a própria vacina pode deixar a gente gripado? De novo, não.

"É impossível a vacina contra gripe provocar gripe. Elas são feitas com vírus mortos e depois fragmentados", garante Jéssica.

O que continua valendo são as velhas receitas para amenizar os sintomas da gripe.

 alt    E O CHAZINHO?  É BOM MESMO?

 

 “A cultura popular é fantástica e inteligente. A partir do momento em que você toma um chazinho , você está tomando líquido, está hidratando, melhorando sua condição. O chá é quente, tem vapor, ele funciona como inalante”.

 

alt    E SOBRE A CANJA DE GALINHA? 

  

Os alimentos podem nos ajudar tanto na prevenção quanto na recuperação de gripes e resfriados. Seja em função de crendices ou mesmo por indicações de amigos, diversos produtos são, costumeiramente, adicionados ao cardápio de uma pessoa gripada. Muitos desses produtos realmente tem eficácia, outros não passam de mito. A canja de galinha, além de saborosa e nutritiva, pode beneficiar o acometido.
- Por causa de seu calor:  os líquidos quentes ajudam na expectoração
- Outro atributo do prato é um aminoácido presente no frango (a cisteína) que tem a capacidade de agir sobre o muco, tornando-o menos espesso.

 

alt    DEVEMOS INGERIR MUITO LÍQUIDO?

  

A ingestão de líquidos é muito importante para a recuperação, assim como frutas, verduras, legumes, grãos, carnes magras, hidratos de carbono (pão integral, arroz, batata, mandioca).
“Em casos de gripe, deve-se dar preferência a alimentos com pouca gordura, uma vez que o organismo debilitado precisa de repouso e, desta forma, não pode gastar energia excessiva com a digestão. Sob esse aspecto, é prudente que alimentação seja fracionada, de 4 a 5 pequenas refeições ao dia. As bebidas alcoólicas também devem ser evitadas”.


altNÃO ADIANTA SE ENTUPIR DE VITAMINA “C” SÓ QUANDO FICA GRIPADO OU RESFRIADO!

 

 A ingestão da vitamina C deve se tornar um hábito diário e, não apenas, quando se está doente! Sabe-se que uma pessoa que consome regularmente a vitamina C tem gripes com duração menor e com sintomas mais amenos.


A gripe, nos casos não complicados e em adultos com boa saúde, evolui espontaneamente para a cura de cinco a sete dias. Com hábitos alimentares saudáveis e o repouso adequado, esse processo é agilizado e menos incômodo. No entanto, o acompanhamento médico é fundamental para que você receba a assistência apropriada.


Fonte: parte desta reportagem está em http://fantastico.globo.com/Jornalismo/Fantastico/0,,AA1228353-4005,00.html,

O restante foi composto através de buscas em diversos outros sites.

Outras dicas:

 
 

Atendimentos especiais para você: